Mina

 

 

15 de março a 14 de abril

 

Deus regente: Brihaspati (associado ao planeta Júpiter)

 

Pedra: Água-marinha

 

Números: 12, 93, 129

 

Palavra-chave: Profundidade

 

Áreas em que mais se destaca: Oceanografia, dramaturgia, arte dramática, assistência social, teologia, medicina, enfermagem, magistério, acupuntura, fotografia, psicoterapia.

 

 

Regida por Brihaspati, o mestre dos deuses, o nativo de Mina atribui grande importância aos valores espirituais. É sábio e costuma dar conselhos valiosos aos amigos e parentes, que sempre o procuram nos momentos de dificuldade.

 

Mas, quando se trata de decidir os rumos da sua própria vida, o nativo de Mina se revela vacilante e indeciso. E só supera as dúvidas ao ouvir sua voz interior. É que no fundo do coração, sempre sabe qual é a melhor saída.

 

Sensível, esse nativo, se deixa governar pelas emoções. Costuma se comover com o sofrimento alheio e é capaz de derramar rios de lágrimas quando depara com uma cena triste.

 

Por isso mesmo, jamais nega ajuda a quem está precisando. No entanto, quando se sente ludibriado, pode se transformar numa fera. Dificilmente perdoa uma desfeita e, quando cisma de se vingar, nada nem ninguém pode detê-lo.

 

Mas em geral, costuma se dedicar mais à religião e a obras de caridade do que a revanches. Na fé, encontra o apoio de que precisa para enfrentar as dificuldades cotidianas. E ao agir generosamente, se sente digna e realizado.

 

Esse nativo é também muito sonhador. Só precisa desenvolver à força de vontade, de modo que suas mais doces ilusões possam se transformar em realidade.