Mandalas

 

 

A palavra mandala (substantivo masculino) é originária do sânscrito e significa círculo. Segundo os estudiosos, os mandalas funcionam como canais de energia que ajudam a equilibrar o organismo.  O Mandala é uma representação geométrica da dinâmica entre o homem e o cosmos.

Sua estrutura de combinações variadas de círculos, desenhos, figuras, quadrados e triângulos em torno de um centro simbolizam a união do plano espiritual com o material, servindo para organizar visões religiosas do mundo, sistemas cósmicos e simbólicos. 

Mas além das funções religiosas e místicas que cumprem no Oriente, os Mandalas viajaram também para o Ocidente, onde lhe são reconhecidos virtudes meditativas que  ajudam a reunir forças dispersas e a entrar em contacto com o nosso universo interior.

Observar um mandala é uma forma de trabalhar o nosso universo interior de um modo criativo, que nos ajuda também a reunir energias dispersas e a melhorar a nossa concentração, induzindo ao estado de relaxamento.

Eles  prestam-se muitíssimo bem para ajudar a desbloquear ou despertar sentimentos e sensações que encontram dificuldade em manifestar-se exteriormente. Ajudam a deixar mágoas para trás, conseguir mais ânimo, acalmar a mente, etc.

                                                  

Meditação com Mandalas
Mandala pessoal

Mandalas dos números

Uso mágico de mandalas

Mandalas tradicionais

Mandalas modernas

Yantras

Mandalas para colorir

Mandalas espirituais

Trabalhos com Mandalas Espirituais

Mandalas dos Signos