Mandalas para colorir

 

 

Nas formas geométricas do mandala  que na maioria das vezes criam as vibrações numéricas, encontramos sempre um simbolismo, à medida que a observamos. Se uma simples observação é importante, imagine a confecção ou a pintura de uma mandala.

O exercício de pintar uma mandala é uma forma de meditação. Aonde quer que essa meditação o leve, seja o que for que tenha vivencie, o que encontrar só pode ser você mesmo e as suas criações. Todas as experiências, pensamentos, idéias, sonhos e imagens interiores serão sempre o reflexo de nós mesmo. Ao repetir esses exercícios, muitas vezes, com o tempo o seu interesse pelas próprias divagações também diminuirá e você penetrará cada vez mais no centro (no seu e no da mandala).

Ao nos ocuparmos pintando uma mandala, sua estrutura perfeita produzirá também efeitos semelhantes e nossa estrutura.

Abaixo estão mandalas diferentes, que você poderá escolher aquela que tem maior afinidade, imprimir e pintar.

Para salvar o desenho que você gostou clique sobre ela e salve com o nome que escolher.
Depois é só inserir num documento do Word (doc) imprimir e pintar.

 

 

 

 

Enquanto pinta tente responder mentalmente ás perguntas abaixo:

 

-Olhe dentro de si mesmo e veja se a sua tendência é permanecer dentro da estrutura e dos limites dados ou ultrapassar as linha do modelo?

-Prefere começar pelo centro ou pelas bordas, ou outro ponto qualquer?

-Tem paciência para pintar ou quer fazer tudo apressadamente?

-Quais as cores que gosta mais de usar?

-Gosta da sua obra ou está descontente com ela?

-Reconhece-se nela?

-Tem vontade de fazer outra, ou acha que já fez demais?

-O que sentiu ao pintá-la?

Você notará que a cada novo trabalho, suas dúvidas irão se dissipando. Depois de alguns exercícios como o acima, você estará apto a desenhar sua própria mandala.

 

 

 

Observação:

Na página seguinte, sobre mandalas espirituais, você poderá ver estas

 e outras mandalas coloridas.