Plantas medicinais

Quem não ouviu falar no chazinho da vovó? A arte de curar através de plantas é uma forma muito antiga de tratamento, que está fundamentada no acúmulo de informações através de sucessivas gerações. Há muitos séculos as plantas vem sendo consideradas fontes medicamentosas, empregadas em preparações tradicionais, chás, sucos, xaropes, cataplasmas, tinturas, ungüentos, etc.

O homem conhece os benefícios medicinais das plantas há séculos. Registros da medicina romana, egípcia, persa e hebraica mostram que ervas eram utilizadas de forma extensiva para curar praticamente todas as doenças conhecidas pelo homem.

Na cultura oriental a planta é considerada um ser vivo capaz de restaurar o fluxo adequado da energia vital do organismo enfermo. Já no ocidente, os efeitos terapêuticos são explicados através dos seus constituintes bioquímicos das ervas, com ações específicas nos órgãos doentes.

A Fitoterapia é o  ramo da alopatia que utiliza plantas medicinais como base terapêutica. A flora medicinal brasileira constitui um arsenal terapêutico de enorme importância. Temos cerca de 590 plantas registradas no Ministério da Saúde Brasileiro para comercialização. É de vital importância o controle da qualidade, para garantir a regularidade de seus princípios ativos; para tal fato, leva-se em conta: o cultivo, a colheita, o armazenamento, a extração e o preparo. 

Se faz necessário uma utilização ponderada e racional das plantas medicinais. É totalmente desaconselhado o uso de plantas medicinais de forma empírica, como automedicação, sem acompanhamento de profissionais conhecedores da área: os Fitoterapeutas. Pois os produtos naturais, usados sem conhecimento podem causar mal ao usuário, que não o conhece com profundidade.

No âmbito popular é necessário tomar cuidado ao se usar plantas de uma maneira indiscriminada, pois:

- Há vários nomes populares, para uma mesma espécie botânica, causando um identificação incorreta para um mesmo vegetal.

- Num país continental como o nosso, devido a sua extensão e clima, encontramos grande variabilidade de componentes ativos nas plantas.

- Algumas plantas apresentam na sua composição substâncias tóxicas ao organismo humano.

É importante deixar claro que muitas informações aqui contidas já são cientificamente comprovadas, mas existem pontos ainda merecedores de investigação.

Espero que as páginas  seguintes possam contribuir para a difusão de conhecimentos acerca das plantas medicinais e venham a estimular as pessoas a efetuarem estudos criteriosos nesta área.

 

Histórico da Fitoterapia no Brasil
Colheita
Secagem
Qualidades medicinais
Aplicação de  Plantas Medicinais
Ervas mágicas
Contra a poluição
Fases da Lua e meses para curar
Uso das plantas
Plantas anti-oxidantes
 Uso terapêutico dos condimentos
Compostos
Tratamento natural antigo
Plantas que combatem o mau humor
Alimentos que curam
Receitas com plantas
Plantas tóxicas
Uso terapêutico de algumas plantas