1 - Revelações Divinas

 

Revelações Divinas são as comunicações que o Plano Divino, manda para a Terra, de várias formas. Elas são captadas pela intuição e sensibilidade que existe em cada um, dependendo da evolução e da graduação de Luz em que se encontra o ser humano que as recebe.

Quando o espírito já se encontra mais iluminado, consciente, fluídico e aberto na Luz, recebe: esclarecimentos, observações, ensinamentos, orientações, maneiras de praticar ou realizar as revelações Divinas.

Elas são dadas a todos aqueles que têm vontade, querem e desejam ser verdadeiros Instrumentos de Luz, através de trabalhos à serviço do Plano Divino, conscientes de sua Missão Espiritual.

Aqueles que aceitam ser Instrumentos de Luz, recebem as revelações Divinas, dedicam-se e desenvolvem-se, fazendo orações, preces, pedidos de graças e vibrações para todos os seres e energias existentes, em todos os níveis de todos os Planetas.

A maioria das pessoas que recebem a Revelação, só pratica para si, familiares, amigos e para alguém que sabem precisar muito, não fazendo para todos. Dessa forma estão cumprindo somente a obrigação e não a missão espiritual.

Na verdade, todos somos Instrumentos de Luz e temos condições de receber e dar passagem para as Revelações Divinas, a fim de que possamos cumprir a nossa missão espiritual e sermos mais felizes, serenos e universais.

Algumas pessoas se fecham para Luz, devido ao pensar negativo, ao medo, a ansiedade e a expectativa; não conseguindo fazer comunicação com o Plano Divino.

 

 

Formas de captar as Revelações Divinas

 

Quando se recebe a Revelação Divina pela primeira vez, a pessoa pode se sentir desorientada, perplexa, por não ter condições de entender o que está acontecendo. A confirmação dessa revelação pode vir através de uma emoção forte, de um arrepio, uma forte certeza intuitiva e absoluta que recebeu a revelação. No começo  pode ocorrer de não se ter a conscientização de que está canalizando. Ela é repetitiva, até que seja absolutamente absorvida e entendida.  Com o tempo, a pessoa vai se acostumando através da expansão da intuição, da captação, da mediunidade e dos sete potenciais de Luz, fazendo crescer a Luz interior.

Todas as revelações Divinas são dadas pelo Plano Divino e são recebidas e canalizadas por todos que desejam ser praticantes e atuantes na Obra Divina, no Planeta Terra. Pela afinidade e aptidão de cada um, se inicia através de escrever, falar, ouvir, etc., conforme seu livre arbítrio, sua dimensão de luz  e suas graduações de vidas passadas e desta vida.

Todos têm meios de captar as Revelações Divinas. Deve-se procurar desenvolver todas formas para o melhor aproveitamento de suas condições de captar, usando a intuição e a sensibilidade para discernir, entender  e fazer o bem.

Todas as formas de captação pela mediunidade são sensíveis e sutis, sendo muito parecidas entre si, confundindo as pessoas. Os que são  mais desenvolvidos e evoluídos, usam todas as formas de uma só vez, captando tudo de imediato, obtendo as informações que necessitam.

Portanto, as Revelações Divinas são dadas para que todos possam receber e aceitar o seu grau de espiritualidade, dando passagem para conectar com seus mentores e guias, desenvolver e evoluir a sua potencialidade de Luz, tornando-se verdadeiros instrumentos de Luz, atuando junto com o Cosmos.

 

 

Vibração, canalização e sintonia

 

A vibração é canalizada através da sintonia. Quando a pessoa está sintonizada com o que é positivo, capta o positivo de tudo; porém, se está sintonizada com a negatividade, vibra com a sintonia de maus pensamentos, de maus sentimentos e de má conduta, dando condições de ser obsediada.

Os que estão mais evoluídos e desenvolvidos em sua mediunidade, por estarem com os canais abertos, captam o positivo e o negativo de tudo, porém, não entram em vibrações erradas. A evolução e o desenvolvimento da mediunidade são dados automaticamente, através de procurar lugares cuja vibração é positiva, crescendo em sua mediunidade, mesmo que a pessoa não entenda ou não perceba.

Quando se está convivendo em lugares fluídicos e com pessoas fluídicas (com boas vibrações), praticando meditações, orações e ligando-se a Deus e ao Plano Divino, sem que perceba, a sua Luz se expande, crescendo, automaticamente, a sua captação pela mediunidade.

 

 

 

Formas de captação pela mediunidade.

 

Audição

 

Por ela se captam os sons de várias formas:  estridentes, baixos, agudos e graves, percebidos através da sensibilidade. Também se capta através dos sons, a intenção do outro, notando se a intenção é boa ou má. Como os animais, as pessoas captam instintivamente sons da natureza, dos rios, das cachoeiras. Assim como através da audição captamos a harmonia ou desarmonia, entre as notas musicais de uma composição; alguns músicos recebem os sons do Cosmo, para se sintonizarem com ele.

Paladar

 

Por ele, podemos captar cada energia, identificando e qualificando texturas e condições da matéria. Podemos através do paladar, captar o gosto dos alimentos, harmonizando-se com cada energia que lhe seja harmônica; ou rejeitando aquelas que são diferentes, desagradáveis e  desarmônicas. Quando o sabor é ruim, primeiro temos a percepção negativa e depois a captação da sua energia. As temperaturas (frio ou quente) são captadas pelo espírito.

 

Olfato

 

Por ele, temos a percepção e a captação do cheiro, odor, aroma e perfume, mesmo á distância, sabendo a que energia pertence e se é agradável ou desagradável. Através  do olfato, captam-se as Energias Cósmicas de: flores, frutos, de toda a natureza e de seres viventes que estão no Plano Divino. Aqueles que estão abertos para a Luz e dão passagem, conseguem localizar e identificar, de onde vem o cheiro ou odor. É possível, pelo olfato,  fazer uma pessoa identificar os lugares ou energias. Quando o cheiro é de energias dos seres viventes, é captado pelo espírito.

Visão

 

É usada pelo Plano Divino para que se possa ver o belo e deve ser usada de forma positiva e de Luz. Quando os olhos são usados negativamente, de acordo com sua purificação, haverá desequilíbrio, podendo ser estrábico, daltônico, míope ou portador de uma hipermetropia. O ideal de cada um é abrir o 3o. olho, para que, em conjunto com a visão, possa enxergar e ver tudo nitidamente o que é real e verdadeiro.

 

Visão do espírito: 3o. Olho.

 

Essa visão é dada para receber as Revelações Divinas do captar (espiritual) e do perceber (material). Para que cada um, dentro de si, possa entender, compreender, aceitar e confirmar as Revelações Divinas. O 3o. Olho é dado para ver vidas passadas; presente e futuro. O presente poderá ser captado, sentindo a vibração de pessoas ou seres que estão emanando neste momento, mesmo à distância. No futuro, será  possível captar cada energia, pessoa, local, acontecimento,  como será e como ficará, se será positivo ou negativo; poderá saber como será o desenvolvimento e progresso do Espírito, assim como a vida material. Na Nova Era, todos precisarão usar o 3o. Olho, para ter condições de receber as Revelações Divinas.

 

Percepção

 

É dada através do uso da mediunidade, captada pela vibração e sensibilidade, pelo 3o. Olho e Instinto. Pela percepção se percebe o que rodeia, à distancia ou lugar, o vínculo da energia e a que planeta pertence, se é morto ou vivo e o tipo de vibração. Por ela pode-se perceber os obsessores, através da sonolência, do cansaço, do peso, do desânimo e da indisposição. O sintoma mais forte é o bocejar e o peso na nuca.

 

Instinto

 

Ele é dado através do espírito, na formas de: sentir, pressentir, por presságios e premonições. O espírito recebe as informações, ao captar pelo instinto, sobre outras energias, também de si próprio, mesmo á distância. É um ato espontâneo, rápido, inconsciente e passa despercebido. Os homens usam mais o instinto, quando são espíritos da natureza, que vivem como: índios, ciganos, nômades, camponeses, agricultores, aborígines, animais e todos os seres viventes. Todos os seres irracionais usam mais o instinto. O instinto pode ser negativo e positivo. Quando é positivo, previne (deixando alerta) e quando negativo, é primitivo, agressivo, selvagem, incompreensivo e praticante do mal.

 

Tato: mãos e pés

 

Pelo uso das mãos, é possível captar, sentindo e emitindo Luz e Energias Cósmicas, para enviar Luz para outra pessoa, estando perto ou á distância. É possível direcioná-la pelo pensamento.

Dependendo do tipo de mediunidade, as mãos, ao captarem energias ou luz, podem ficar quentes (trabalhos de cura), frias e geladas (trabalhos de incorporação) ou formigando.

Alguns artistas usam a mediunidade do tato de pés ou de mãos, para fazer arte, como pintar e esculpir.

Pensamento

 

Por ele, há comunicação entre os espíritos e os homens e é dada aos que estão abertos na luz, sendo captadas mensagens pela intuição. O pensamento é universal e traz o benefício para todos poderem desenvolver e evoluir a sua capacidade, usando os sete potenciais de Luz e fazer o bem para todos, com fraternidade e amor.

O Pensamento Positivo

 

Ele é leve, fluídico e de paz, trazendo bem estar e alegria. Quando a pessoa é desenvolvida o pensamento é captado e identificado. Porém, mesmo sendo o pensamento positivo, quando a pessoa bloqueia a mensagem a graça não é recebida. A própria pessoa que recebe, corta a graça por não acreditar.

 

O Pensamento Negativo

 

Quando negativo, o pensamento é denso, oprimente, causando mal estar, intranqüilidade e inquietação. Ele é causado por ansiedade, expectativa, insegurança, preocupação em geral, depressão, pânico, medo, tristeza, raiva, ira, melancolia.

O pensamento negativo é captado por qualquer pessoa que estiver negativa, com pensamentos tristes, sombrios, escuros.

Quando o pensamento é direcionado, é conduzido com rapidez e velocidade, atingindo o alvo com perfeição e fazendo vibrar a negatividade. Ele dá passagens para os obsessores mortos (que estão nos planetas inferiores), vivos (pessoas conhecidas ou não, que emitem e vibram negatividade) e à nossa própria obsessão (espírito forte  da própria pessoa, que fica reproduzindo o mesmo mau pensamento,  tornando-se obsessiva). Nestas condições, é preciso pedir ajuda para alguém do Plano Divino ou da Terra.

O pensamento negativo é muito forte, maligno e nocivo; quando se estiver pensando contrário, pedir perdão no ato e voltar a pensar em coisas boas, buscando imagens de pessoas alegres e bonitas, fluídicas.

Os que estão fechados na Luz, não conseguem entender, aceitar ou compreender e ficam pensando errado, captando o pensamento negativo, achando que está certo.

Não se pode permitir que o pensamento fique disperso, para que não sejam emitidos pensamentos contrários e assim dar passagem para os obsessores.

 

O Pensamento Cósmico

 

Em geral é emanado pelos mentores e guias, anjos da guarda, anjos guardiões e, também, por todos os Espíritos Santos de Deus, do Infinito e do Finito. Todos os pensamentos cósmicos são captados através do pensamento positivo e da intuição.

São emanados aos que se encontram mais desenvolvidos e evoluídos na luz, para que possam concretizar sua Missão Espiritual, através das revelações Divinas, mensagens e orientações, ensinamentos e esclarecimentos.

 

 

Intuição

 

É uma forma de mediunidade mais perfeita e completa. Corresponde a uma voz dentro de si, sendo fácil reconhecer por ocorrer até que possa ser absorvida, assimilada, entendida e aceita totalmente, por um ato consciente e forte.

A intuição é algo forte que previne, alertando situações ou decisões difíceis. Quando se escuta a mensagem intuitiva esclarece tudo dentro de si, evitando-se aborrecimentos e males.

Muitos não seguem a intuição, ignorando-a, por estarem apegados à matéria e usando somente o lado racional, que lhes sugere muitas dúvidas.

Os que canalizam através da intuição, são chamados "sensitivos". Todos devem seguir somente a própria intuição, que é absolutamente verdadeira, correta e pura. Os que seguem sua intuição, jamais erram ou pecam e, sobretudo, jamais se encontram em situações difíceis.

 

Captação

 

Junto com a intuição, é uma das formas mais importantes da mediunidade, lembrando-se que, em toda mediunidade é preciso usar o captar. A captação explica, clareira, esclarece, orienta e faz a sintonia, a ligação e a conexão com o Cosmos. Através dela, desenvolvem-se todas as formas de mediunidade, tornando a pessoa mais sensível e refinada na luz, ampliando e purificando a aura e corpo etéreo de luz. Pelo captar, pode-se ter condições de saber como está passando alguém que está doente, residindo em outra cidade ou país. A certeza é sentida, pois, o pensamento intuitivo será repetido por várias vezes, até que possa ser confirmado dentro de si.

 

Incorporação

 

É manifestada pela mediunidade e pelo instinto, recebendo através se dar passagem a seus guias e mentores, espíritos ou entidades, que os usam. Ela acontece em geral, através de promessa que o espírito faz antes de nascer, para que possa resgatar a Missão Sagrada não cumprida. Muitos prometeram trabalhar sendo Instrumentos Divinos, outros pela incorporação, sendo inconscientes e outros prometeram ambos.

O médium ou cavalo, como é conhecido (o que está recebendo a manifestação incorporada), está inconsciente de si próprio, ficando em estado de transe, sendo a manifestação do Guia ou do Espírito que está incorporada.

É preciso lembrar que a manifestação é do Guia ou do espírito e não do médium. A presença da entidade incorporada é identificada pela transformação no comportamento, pela maneira de se expressar com vocabulário diferente, pela maneira de falar e, também, por falar idiomas estrangeiros. Os médiuns recebem e trabalham com Espíritos de Luz, porém, através da permissão do Cosmos, pode-se fazer a incorporação de entidades menos evoluídas, dependendo da graduação de Luz de cada Espírito.

Existem várias linhas e correntes como: crianças (Cosme e Damião), ciganos, pretos e pretas velhas (mãe Joana, avô Benedito), índios (índio Peri), equipes médicas e médicos (Dr. Fritz), caboclos e outros. Muitas pessoas têm preconceito da mediunidade de incorporação, por terem receio e medo do que desconhecem.

 

Psicografia

 

Esse trabalho é captado através da intuição e do pensamento. Ele é inspirado por mentores, guias e espíritos, que usam as mãos do médium para escrever o Pensamento Cósmico. As mãos (direita ou esquerda) são as ferramentas dos mentores, guias e espíritos. É necessário deixar a mente e o pensamento vago, relaxado para deixar a mão escrever a mensagem passada. É muito ampla, a captação através da psicografia. Muitos a recebem sem terem instrução escolar; outros a recebem ignorando que ela é passada pelo Plano Divino.

Os que são conscientes da sua mediunidade recebem em forma de psicografia,  todos os tipos de mensagens direcionadas; alguns desenham como os mestres renascentistas, sem terem nenhum conhecimento de pintura. Os mais evoluídos, podem psicografar Revelações Divinas, ensinamentos e orientações, esclarecimentos e tudo que é necessário sobre o mundo espiritual e intelectual. Os mais religiosos recebem Revelações Divinas, de como fazer orações e preces, pedidos de graças e missas.

Quando há uma grande necessidade, o plano Divino oferece equipes de redatores e de escritores, inclusive críticos, consultando-se o Arquivo Cósmico (grande computador, contendo todas as informações e registros de tudo e de todos).

A sabedoria Divina e a Palavra Cósmica, não são concedidas como posse particular. Pertencem ao Cosmos para utilidade de todos que necessitarem.

 

Os que recebem Revelações Divinas

 

Todos são instrumentos de Luz no Planeta Terra, e estão em condições de receber as Revelações Divinas dentro de si. Muitos já receberam a Revelação Divina e estão trabalhando em vários setores.

Trabalhando na vida material: médicos, cientistas, inventores, compositores, escultores, poetas, juristas, cantores, atores apresentadores, atletas, jogadores, agricultores, engenheiros e arquitetos, políticos, médiuns, terapeutas holísticos.

Trabalhos na religião (espiritualidade): católica, budistas, evangélica, espírita e outras religiões (182 religiões no planeta).

 

Cavalos Brancos

 

São os espíritos que antes de nascerem, foram ungidos pelo poder de Deus e pelo poder dos Espíritos Santos de Deus e já vieram consagrados para o desempenho dos trabalhos Divinos e Cósmicos no Planeta Terra.

Recebem a Revelação Divina por meio da comunicação direta com Deus Pai e com todos os Espíritos Santos do Cosmos e que já vêm ao Planeta Terra, totalmente, desenvolvidos e evoluídos na Luz.

Vieram para trabalhar na Obra Divina do Planeta Terra, sendo seres muito especiais e puros; possuindo alma e coração muito bondosos. Não entendem a maldade humana e não sabem ter maus pensamentos ou maus julgamentos de outros seres. Eles recebem a revelação divina em qualquer lugar em que se encontrem e a qualquer momento que for necessário, estando sempre conectados com o Cosmos, usando sempre a sensibilidade de captação e percepção.

Todos são espíritos puros, verdadeiros conscientes de sua Missão Sagrada, cada um desempenhando sua função específica prometida antes de encarnar.

Os Cavalos Brancos recebem, de outros seres viventes, ensinamentos e orientações sobre o presente, passado e futuro. Através de terem acesso ao mundo espiritual e material e, também, por receberem a graça de poder se expressar, escrever, psicografar, todas as mensagens e Revelações Divinas.

Alguns exemplos de Cavalos Brancos: Jesus, Maria, José, Moisés, Apóstolos, Buda, religiosos, bíblicos.