11. A JUSTIÇA E A INJUSTIÇA

   

A justiça é dada como parte mais importante na vida. Tudo que é feito através da justiça será aclamado e enaltecido e tudo que é feito pela injustiça será repassado e purificado. É preciso voltar à primeira vida, concedendo a graça do perdão, quando agiram com injustiça. Fazer também o outro voltar à primeira vida e retirar o que foi praticado de negativo.

A injustiça é causada pela incompreensão, carência afetiva, orgulho, vaidade, falta de: estímulo, caridade, compreensão espiritual e amor para com o outro. Toda injustiça é causada através do egoísmo, egocentrismo e individualismo. A justiça faz parte integrante para vivenciar a quarta dimensão. Todos têm que ser justos, leais, compreensivos e devem perdoar para não vincularem.

O que mais causa a vinculação é a injustiça, porque quando um inimigo é criado, não é só por aquele momento ou por aquele motivo, mas porque a raiva, o rancor, a mágoa e a incompreensão estão presentes em cada ação e na reação de cada um. É diferente porque o espírito ainda não aceitou a injustiça causada pelos maus modos, incompreensão, agressividade, estupidez, violência, falta de amor e de carência afetiva.

Enquanto houver injustiça, não vai acontecer a harmonia entre as pessoas. Quando a pessoa é justa, atua de acordo com cada: ação, pensamento, mente, palavra e com o que ouve. A injustiça é criada porque muitas vezes o espírito é rebelde e não deixa o sentimento, a emoção e a razão aflorarem.

Muitas vezes quando somos injustos com alguma pessoa é porque ela também foi injusta conosco e a atitude criada através da raiva, ódio, rancor, mágoa, ignorância, briga, conflito foram gerados pelos dois lados do espírito e não pela razão.

Quando um espírito tem algo a acertar com outro, pode levar uma geração ou milhares de reencarnações para consertar o erro. Por isso deve retirar tudo que quer reivindicar e revidar. – “Retiro de mim e de todas as pessoas, tudo que revidei ou foi recebido injustamente”.

Ao cruzar os perdões, há neutralização desse sentimento e dessa emoção, dando condições de viverem em harmonia.

Quanto a pessoa é soberba, vaidosa, orgulhosa, gananciosa, gera um resultado negativo com muito freqüência; porque seu egoísmo, egocentrismo e individualismo, não permitem que o pensamento se volte para os outros.

Não consegue dividir, doar, ser fiel e verdadeiro. Por isso todos devem ser justos em todo planeta, mentalizando sempre: – “Eu o perdôo e você me perdoa”.

 

 

O que falta para receber o amor

 

Para suprir a necessidade que temos do amor, devemos buscar o Amor Infinito de Deus; o Amor Incondicional das Galáxias e o Amor Universal Cósmico.

 

Situações e soluções:

 

1. Eu dou força aos demais, mas quando preciso não recebo.

→ Reverter interagindo. Primeiro tirando o negativo, depois neutralizando o sofrimento, queimando, cortando e quebrando com o Fogo Sagrado e dando a misericórdia do Amor Infinito de Deus.

 

2. Fatos que aconteceram na vida e foram negativados, trazem lembranças e recordações que podem levar ao sofrimento. 

→ Para se libertar receber o amor, reverter e transmutar para Luz através do amor universal, incondicional e infinito dando a sustentação na Luz, limpando a negatividade e as cargas, deixando fluir a Luz Divina do amor.

 

3.  A força do pensamento contrário e negativo causa a desesperança.

→ Para reverter e ter força para continuar na esperança de mudar é preciso ter sentimento positivo recebendo a paz, o amor incondicional e verdadeiro. Enquanto estivermos positivos a força da Luz que conduz a vida dá as condições de viver em paz sem sofrimento através da compreensão espiritual. A força de querer o bem e de ajudar no amor verdadeiro muitas vezes gera negatividade, quando não é compreendida e aceita. É preciso limpar, cortar, quebrar, queimar, retirar e desvincular a obsessão e os obsessores, para poder receber o Amor Divino.

 

4. O que é necessário para receber o amor.

→ Ser constante e não negativar, sabendo resolver os problemas e aceitando as purificações. Deixar que todos do Cosmo, das Galáxias e do Divino, com todas suas Ferramentas possam intervir, livrando-nos das purificações.

 

 

Felicidade nos relacionamentos

 

Para ser feliz nos relacionamentos é importante ao usar o pensamento na Luz:

 

- Doar tudo, para receber o que pedimos.

 

- Doar em dobro, para quem negamos algo.

 

- Doar e esquecer, pedindo perdão e arrependimento.

 

- O que foi doado não se cobra, não se reclama, não se critica, não se quer de volta.

 

- Toda ajuda tem que ser voluntária, com o desejo maior de que os outros possam tê-la recebido.

 

- Doar cinco vezes a mesma coisa, para quem é mesquinho.

 

- A fraternidade acontece quando o amor é verdadeiro, como se todas as pessoas pertencessem a uma mesma família.

 

- Quem negou ou perdeu a amizade, deve cruzar os perdões na Luz. Criar a harmonia para que cada um compreenda, entenda e aceite o outro como ele é.

 

- Pedir perdão e arrependimento desde a primeira vida; por exemplo, quando tomou dinheiro emprestado e não pagou; quando fez alguém gastar dinheiro consigo ou fez alguém de bobo.

 

- Quando receber ajuda, doar para viver em harmonia com todos.

 

- Fazer os inimigos abrirem a consciência para o entendimento.

 

- A Felicidade só acontece quando um se dedica ao outro verdadeiramente, desejando o melhor, doando o que o outro necessita, com amor.

 

Terapias de vidas passadas 

Aqueles que vivem e habitam todos os planetas e dimensões inferiores, que passaram por difíceis e duras purificações ainda são sofredores. É preciso que neutralizem toda e qualquer energia negativa da dor, sofrimento, traumas, vícios, manias e defeitos, sejam eles: físicos, etéreos ou astrais.

É preciso pedir perdão e arrependimento para todos os seres que prejudicou e fez sofrer. Deve também cruzar os perdões dos carmas, dívidas e débitos desta vida e de vidas passadas. Para isso, passar o Fogo Sagrado nas cores: preta, branca e prata, para se libertar na Luz.

É preciso que a energia negativa de um, não se vincule a do outro, para que todos possam se libertar pela Luz, neutralizando a sua própria negatividade; apagando os traumas causados pelas coisas que marcou a vida, para não mais ter sentimentos negativos: vingança, brigas, conflitos, desavenças, cobranças, ódio, raiva, ignorância, inconformismo, incompreensão, intransigência, ira, mágoa, rancor, perseguição e proibição.

 

PARA A DOR

Passar o Fogo Sagrado: preto, branco, vermelho e prata, sete vezes nos corpos: físico, etéreo e astral, expandindo-os de dentro para fora, para queimar toda a carga negativa acumulada dos desejos contrários e negativos, do que foi criado e recebido (de outros) pelo pensamento, mente e sentimento.

 

PARA O SOFRIMENTO

Passar o Fogo Sagrado: preto, branco, roxo e prata, três vezes, nos canais: pensamento, mente, lembrança, recordação, memória, subconsciente, inconsciente, consciente, coração, alma e espírito; pelas coisas que não gostou, não aceitou, não se sentiu bem e negativou, por não compreender ou não entender.

 

PARA OS TRAUMAS

Pedir o arrependimento e o perdão; perdoando e cruzando os perdões com quem causou o trauma; por medo, insegurança, temor, insatisfação, cobrança, brigas, conflitos, resgates, acidentes, inconformismo, doenças, desastres, tristeza, discussão, xingamento, perseguição, traição, proibição e perturbação, desde a primeira vida.

 

PARA AS PERTURBAÇÕES ESPIRITUAIS

Elas são causadas pelos obsessores vivos e mortos ou pela própria obsessão, por não conseguir o equilíbrio emocional, por ser médium perfeito e não desenvolver seus potenciais de Luz, não se elevando e não se evoluindo. É preciso desvincular os obsessores vivos e mortos, com a grande ajuda de todos os guias do Cosmos e suas Ferramentas, retirando o obsessor do sofredor, determinando e firmando. Passar o Fogo Sagrado, a Fumaça, o Vento e as Nuvens de todas as cores. Cruzar os perdões e perdoar, se arrependendo da sua negatividade. É preciso retirar e desvincular todas as máculas e as energias de cargas negativas, passando o Fogo Sagrado dezenove vezes.

 

PARA AS ALUCINAÇÕES

O médium que não está evoluído e desenvolvido, pela sua imaginação pode criar algo falso, criando uma imagem não verdadeira, que na sua obsessão pode fazê-lo acreditar que está correta, passando a existir e a conviver no dia-a-dia. Essas alucinações podem ocorrer quando se está acordado ou durante o sono. Elas só desaparecem, quando se desperta para a verdade e percebe que tudo não passa de uma fantasia criada pelo seu medo e pânico. É preciso pedir socorro aos Mentores e Guias Espirituais, para que possam desfazer e anular, aquilo que foi criado e firmado pela sua alucinação. Passar o Fogo Sagrado em Brasa três vezes, de dentro para fora e de fora para dentro, para queimar o que registrou na lembrança, recordação e memória; no inconsciente, subconsciente e consciente, para não mais voltar a ter alucinações.

 

PARA A LOUCURA

Causada por se ter passado por perturbações e alucinações de obsessores do mal ou pela sua própria obsessão. Quando o obsessor toma o espírito do obsediado, conduz o corpo físico e cria um duplo ou triplo espírito em um só corpo, passando a comandar esse corpo físico, levando a cometer atos, atitudes e comportamentos que não são normais. Os que sofrem a purificação da loucura são espíritos que fizeram ou fazem o outro sofrer, levando-o a errar na sua conduta, comportamento e ação, causando a sua morte ou se vingando.

Para o resgate de seus atos perversos e dos de seus obsessores, é preciso pedir o arrependimento e o perdão do grande carma, dívida e débito de todas as vidas; cruzar os perdões, perdoar e ser perdoado. Toda a loucura causa um grande distúrbio na sua personalidade, que a distorce, causando uma grande perturbação e alucinação. É preciso desvincular os obsessores, queimando com o Fogo Sagrado, com a Fumaça, com o Vento e com as Nuvens (de todas as cores), tudo o que aconteceu em vidas passadas e nesta vida, para voltar a ser consciente e Luz. Rezar missas e cultos para os espíritos obsessores, ou para a pessoa que está perturbada, por 72 dias para a elevação de alma e espírito, para que fiquem iluminados e conscientes da verdade.

 

 

Para a doença

 

Toda doença advém de um passado negativo, que se manifesta no presente, por não se cuidar do espírito nos corpos: físico, etéreo e astral. Para não ter problemas de espírito é preciso desenvolver as qualidades e potenciais na dimensão maior, sendo bem positivo e tendo a consciência da verdade, para não se prejudicar com as cargas negativas criadas ou recebidas de outros.

 

Toda doença é de fundo emocional não resolvido, por vários motivos:

→ Não saber conduzir a vida na paz, no amor, na compreensão, na sabedoria e na divindade.

→Não ter compreensão, entendimento e aceitação da verdade ou na ajuda dos planos: Divino e Cósmico.

→Estar sempre tenso, nervoso e negativo, sofrendo sem se libertar.

 

Muitas pessoas doentes ao perderem a sua Força e Luz Cósmica se entregam ao desespero. Os que precisam de ajuda, muitas vezes não sabem como se conduzir para receber a graça e normalmente ficam esperando ajuda alheia.

O sentimento de culpa das pessoas cria a negatividade e sofrimento, escurecendo a sua Luz e não dando passagem ao seu mentor. Não recebendo as Revelações Divinas e não sabendo como fazer para melhorar, caem de dimensão tornando-se dependentes, frustradas e sem Luz.

Todo doente que quer receber a graça, mas não consegue, porque não luta de verdade para conseguir sua cura e não tem fé e esperança, necessita desvincular os obsessores vivos, que podem ser: parentes, familiares, amigos e os obsessores mortos, que são os causadores de tragédias maiores, podendo levar o doente até a morte.

Alguns doentes só choram e reclamam, criticam e não agradecem a Deus, Jesus, Maria e José; rezam para si mesmos e não se lembram de rezar e orar pelo próximo ou para os outros doentes e enfermos, cumprindo assim sua missão e resgatando o seu carma, dívida e débito, para a sua salvação do espírito e dos corpos: físico, etéreo e astral; não têm nenhuma iniciativa no sentido de se tornar um espírito livre de toda e qualquer energia e cargas negativas dos obsessores vivos e mortos.

Para receber a cura, é preciso despertar para a verdade e conduzir a sua vida na espiritualidade, ser um Instrumento Cósmico e Divino na Terra I.

Aquele que se afasta de Deus e prejudica o outro, sofre as conseqüências da purificação. Para sair dela, deve ajudar a todos, de todos os planetas e dimensões e aqueles que estão no Intermediário-Purgatório, que partiram e que ainda se encontram purificando.

Os doentes também podem ter a graça de receber a cura. Sabem que estão errados na sua maneira de pensar e de atuar, porque recebem essa informação em Revelação Divina, mas acham sempre que vão piorar e sofrer. Para que cada um, descubra a sua doença é preciso fazer uma análise de sua atitude para consigo mesmo voltando às vidas passadas e aos acontecimentos desta vida, quando foi egoísta, egocêntrico, individualista, não perdoando, reclamando e praticando o mal; criando o carma, por não ajudar na caridade e fraternidade e por não saber conduzir a sua vida no verdadeiro amor ao próximo e não estar em paz consigo mesmo e com os outros seres viventes. Para a cura de todos os males e doenças, é preciso pedir o perdão por não ter cumprindo a sua Missão Sagrada (procurando cumpri-la agora) e resgatar todos os seus carmas, dívidas e débitos; desde a primeira vida em Graça Divina.

 

Tópicos para viver o Novo Sistema

Ter consciência da verdade.

 

Usar a Sabedoria Divina, Cósmica e Galáctica.

 

Entrar na Corrente Cósmica, na Corrente Galáctica e na Corrente do Divino.

 

Saber vibrar, direcionando os símbolos e sinais, a todos de todos os planetas e dimensões.

 

Usar a Luz Divina nas cores: Dourada de Deus; Branca de Jesus; Rosa das 344 Nossas Senhoras; Verde Bandeira dos 1056 Santos.

 

Usar todas as cores e sons dos Xamãs e da Natureza.

 

Fazer contato, conectar e imantar com todos dos Planos: Divinos, Cósmicos, Galáctico e com todos, de todos os planetas superiores: Saturno, Vênus, Marte e Terra II, III, IV, V, VI e VII, para formar uma só Luz, um só Corpo de Cristo.

 

Limpar de si e de todos: o inconformismo, chateação, medo, ansiedade, agressividade, não entendimento, não aceitação, pressa, vontade, não desejar, não querer e não realizar. Corrigir e consertar as forças contrárias; caso não possa realizar na matéria, realizar na Luz.

 

Executar todos os Trabalhos na dedicação da Missão Sagrada para o seu crescimento vertical.

 

A intenção da pessoa e a consciência de seus atos, atitudes e comportamentos é que vai valorizar o Trabalho da Obra Divina.

 

Repetindo esta vibração será realizado e concretizado todo o Trabalho da Missão Sagrada, com o resgate de seus carmas, dívidas e débitos.